(Foto: Photocamera)

Neste sábado, dia 05 de dezembro, completam-se dez anos do tricampeonato brasileiro do Fluminense, conquistado em 2010. Pensando nisso, o portal GE fez uma lista com os dez jogos mais marcantes da campanha do Time de Guerreiros no Brasileirão daquele ano.

Vitória em clássico, triunfo sobre os Meninos Da Vila fora de casa e goleada sobre o Atlético-MG. Confira a lista:

Show de Conca e fim do jejum
Fluminense 2 x 1 Flamengo, pela 4ª rodada (26/05/2010)

O clássico foi apenas o quarto jogo da campanha, mas ali já era possível observar um time “com a cara” de Muricy Ramalho, que tinha apenas um mês de casa. Além, é claro, do protagonismo de Conca, reafirmado rodada atrás de rodada. Com assistência para Rodriguinho e um golaço de fora da área, o argentino comandou o Fluminense na vitória que encerrou um jejum de mais de dois anos sem vencer o rival. A última vitória, até então, havia sido pela Taça Guanabara de 2008, no “jogo do Créu”. Com o triunfo, o Tricolor chegava aos seis pontos e ao sexto lugar na tabela. Era só o começo…

Vitória heroica em cima dos “Meninos da Vila”
Santos 0 x 1 Fluminense, pela 9ª rodada (18/07/2010)

De um lado, o badalado Santos de Neymar, Ganso, Robinho & Cia. Do outro, um Fluminense incansável na marcação, com destaques para Diogo e Diguinho. Enquanto o time de Dorival Júnior pressionava, o de Muricy se protegia, buscando aproveitar os contra-ataques. Deu certo. No duelo Conca x Neymar, quem virou herói foi Alan: ele recebeu passe de Mariano aos 32 minutos do segundo tempo e fez o único gol da partida. No melhor estilo “time de guerreiros”, o Tricolor chegava à segunda colocação e, com 19 pontos, ficava a dois do líder Corinthians.

Primeira vez no topo
Fluminense 1 x 0 Cruzeiro, pela 10ª rodada (22/07/2010)

Simples e eficiente. Como manda a cartilha de Muricy Ramalho. Em dia inspirado de Fernando Henrique no gol, o Fluminense usou de suas principais armas – a bola parada – para vencer o Cruzeiro por 1 a 0, no Maracanã. Após cobrança de escanteio de Conca, Leandro Euzébio marcou de cabeça, aos nove minutos do segundo tempo, e colocou o time pela primeira vez na liderança daquele Brasileirão, com 22 pontos (um a mais do que o Corinthians). Era o presente aos tricolores um dia após o aniversário de 108 anos do clube…

Estreia de Deco e recorde de público
Vasco 2 x 2 Fluminense, pela 15ª rodada (22/08/2010)

O cenário parecia perfeito: mais de 80 mil pessoas no Maracanã, clássico empatado e, aos 41 minutos da etapa final, Deco apareceu sozinho para finalizar… Mas, em dia de recorde de público daquele Brasileirão, o estreante do dia isolou. O resultado até pode ter sido frustrante para os tricolores, mas a empolgação em ver o ex-Barcelona em campo não diminuiu. Com o empate, o Fluminense seguiu na liderança com 33 pontos, mas viu a diferença para o Corinthians – que havia vencido o São Paulo por 3 a 0 – diminuir para dois pontos.

Baile tricolor e volta por cima
Fluminense 5 x 1 Atlético-MG, pela 24ª rodada (23/10/2010)
O Fluminense vinha de três jogos sem vencer (derrota para Atlético-GO e Corinthians e empate com o Flamengo) e tinha caído para terceiro lugar na tabela de classificação. Até que aproveitou a também crise do Atlético-MG para reiniciar a escalada rumo ao topo. Em partida no Engenhão, Muricy viu seus jogadores de defesa brilharem no ataque e golearem o Galo. O lateral-esquerdo Carlinhos (duas vezes) e os zagueiros Gum e Leandro Euzébio marcaram, além do meia Marquinho. Com a vitória, a equipe chegou aos 45 pontos, tirou a vice-liderança do Cruzeiro e ficou a dois pontos do Corinthians, que ainda tinha um jogo a menos.

Retomada da liderança
Vitória 1 x 2 Fluminense, pela 25ª rodada (26/09/2010)

Com a confiança recuperada após a goleada sobre o Galo, o Fluminense voltou a engatar no campeonato e venceu o Vitória, por 2 a 1, na rodada seguinte, no Barradão. Os gols do Tricolor foram marcados por Conca e Rodriguinho. O triunfo junto à derrota do Corinthians por 3 a 2 para o Internacional, em Porto Alegre, fizeram o Flu reconquistar a primeira colocação – mesmo que com um jogo a mais. Para melhorar, o Cruzeiro também havia sido derrotado no mesmo final de semana. Rodada perfeita que fala, né?!

No embalo do craque do Brasileirão
Fluminense 2 x 0 Grêmio, pela 32ª rodada (28/10/2010)

Não à toa Darío Conca foi eleito o melhor jogador do campeonato. Em jogo contra o Grêmio, time sensação do segundo turno e até então invicto há nove jogos, o argentino marcou um gol em cada tempo – o primeiro deles um golaço – e foi decisivo na vitória em casa. O resultado manteve o Fluminense na liderança ao fim da rodada: empatado em número de pontos com o Cruzeiro (57 cada), mas vantagem no saldo de gols (20 a 13). O Corinthians, de vice, caiu para terceiro, com 54.

Tricolores em festa
São Paulo 1 x 4 Fluminense, pela 36ª rodada (21/11/2010)

Em clima de festa na Arena Barueri, os torcedores de São Paulo e Fluminense miravam um objetivo em comum: que o Tricolor carioca recuperasse a liderança do campeonato, que entre “idas e vindas” estava com o Corinthians. Para isso, o Flu precisava vencer, e o Timão tropeçar. Dito e feito. Ovacionado por ambas as torcidas, Muricy Ramalho viu seus comandados golearem seu ex-clube por 4 a 1, e ainda comemorou o empate do Corinthians com o Vitória, no Barradão, em jogo realizado no mesmo horário. Com os resultados, o Fluminense voltava ao topo, com 65 pontos, um a mais do que o Corinthians, e dois a mais do que o Cruzeiro.

A um jogo do título
Palmeiras 1 x 2 Fluminense, pela 37ª rodada (28/11/2010)

O script foi parecido com o do jogo anterior. Novamente em Barueri, as torcidas de Palmeiras e Fluminense queriam a vitória tricolor e secavam o Corinthians. Mas logo no início da partida, Dinei acertou um chutaço e ameaçou a festa. Depois do gol, o Verdão pouquíssimo produziu e viu o Flu dominar. Carlinhos empatou aos 18 minutos do primeiro tempo e Tartá virou um herói improvável aos 13 da segunda etapa, após Sheik e Fred desperdiçarem várias chances. Com 68 pontos, o Fluminense estava a uma vitória de encerrar um jejum de 26 anos.

Fim da espera: O Flu é tricampeão brasileiro!
Fluminense 1 x 0 Guarani, pela 38ª rodada (05/12/2010)

Empolgação não faltava, mas nervosismo também não. Dentro e fora de campo. Mesmo com a vantagem de só depender de si contra o já rebaixado Guarani, o Fluminense tropeçava na própria ansiedade. Até mesmo o maestro Conca não parecia se encontrar. Mas não faltava esforço. Nem apoio dos mais de 40 mil torcedores que “empurravam” o time. No intervalo, Muricy trocou a bronca por apoio e tentava passar tranquilidade. Funcionou. Ainda que longe de jogar bem, o time chegou ao gol: aos 16 da segunda etapa, Carlinhos cruzou, Washington raspou de cabeça e Sheik guardou. A vantagem deu alívio e gás ao Tricolor, ainda mais com o empate entre Goiás e Corinthians, que saia da briga pelo título para cair para o terceiro lugar. Mas o clima ainda foi tenso porque o Cruzeiro virou o jogo no fim sobre o Palmeiras, resultado que obrigava os cariocas a ganharem, pois qualquer tropeço mudaria o endereço da taça para Belo Horizonte. O Guarani ainda tentou estragar a festa, mas não conseguiu. Os 30 minutos restantes pareciam demorar mais do que os 26 anos de espera, mas chegaram ao fim. Doce fim: o Fluminense conquistava seu tricampeonato brasileiro!