Com gol de placa de Kayky e oportunismo de Fred, Flu bate o Nova Iguaçu

Sem uma atuação exuberante, mas efetivo. O Fluminense encarou o Nova Iguaçu, no seu reencontro com o Maracanã, pelo Campeonato Carioca. Com golaço de Kayky e bom posicionamento de Fred e oportunismo de John Kennedy, a equipe verde, branca e grená bateu o Nova Iguaçu por 3 a 1. Com o placar, o Time de Guerreiros chega aos 16 pontos e se mantém no G4 do Estadual.

O Fluminense iniciou a partida dominando a posse de bola, mas de forma estéril. A equipe abusou, em determinados momentos, da bola longa, facilitando as interceptações do adversário. A primeira grande chance veio com Nenê, que quase fez um gol olímpico aos 7 minutos jogados.

O Fluminense funcionava bem melhor pelo lado direito com Calegari e Kayky, do que peço lado esquerdo com Egídio e Luiz Henrique. No meio, Nenê forçava algumas jogadas e Fred pouco chegava na bola. Mas no primeiro tempo, nenhum chute dado na direção do gol, diferente do que ocorreria na etapa complementar.

Aos 6 minutos da etapa complementar, um gol de gente grande: Kayky recebeu pela direita, passou por três jogadores com uma facilidade impressionante, deixou a marcação de bumbum no chão e mandou para o fundo das redes. Gol de placa no Maracanã com a assinatura de Xerém!

Dez minutos depois, numa triangulação espetacular de Nenê, Luiz Henrique e Fred, veio o segundo gol do Fluminense: o centroavante, debaixo das traves, não perdoou após assistência do “vovô”. Com este, o ídolo tricolor fica a dois gols de se tornar o segundo maior artilheiro da história do clube, além de ter atingido os 400 na carreira. O rival diminuiu logo depois num chutaço sem chances para Marcos Felipe.

Próximo de terminar o jogo, Lucca fez boa jogada pelo direito, achou Caio Paulista, que obrigou o arqueiro do Nova Iguaçu a fazer grande defesa! No rebote, John Kennedy não desperdiçou e deu números finais ao jogo: 3 a 1.

Jornalista: Ex-Flu, Wellington Nem fecha com o Fortaleza

Wellington Nem foi campeão carioca e brasileiro pelo Fluminense em 2012 (Foto Dhavid Normando - Photocamera)

Revelado nas categorias de base do Fluminense, o atacante Wellington Nem já tem um novo clube. De acordo com a jornalista do GE, Thaís Jorge, o atleta fechou com o Fortaleza.

Anteriormente, o jogador já havia sido oferecido ao Vasco da Gama e a outros cubes do país, mas não fechou negócio. Em sua última passagem pelo Flu, Nem não conseguiu ter boas atuações, em 2019.

Vale lembrar que seu grande momento foi em 2012, quando, titular do Tricolor, foi fundamental na conquista do tetracampeonato brasileiro.

Frazan está fora do jogo contra a Portuguesa

(Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense terá nova dupla de zaga para a segunda rodada do Campeonato Estadual. Depois de perder Luan, que poderá passar por cirurgia, Frazan é a nova baixa para o confronto com a Portuguesa neste domingo, às 16h, no Maracanã.

O zagueiro Frazan sentiu uma lesão muscular durante os treinamentos e está fora do jogo. Luan Freitas fraturou o quinto metatarso do pé esquerdo e, assim, a dupla de zaga deve ser formada por Higor e um dos três: Davi, Geovani ou o recém-contratado Wiris.

Em contrapartida, Ailton Ferraz terá como opções ofensivas os atacantes Matheus Martins e João Neto e, possivelmente, de Ganso.

“Perder jogo me deixa puto”, comenta Egídio sobre a pressão da torcida

Ninguém gosta de sair de campo derrotada. Titular da lateral-esquerda do Fluminense, Egídio falou sobre isso em entrevista ao “Desimpedidos”. Além disso, o jogador comentou a respeito da pressão da torcida verde, branca e grená.

– Sou um jogador que você vai me ver de cantinho lá, ficando quetinho, pegando a bola e tocando de lado para não me expor. Eu não. Se eu estou defendendo essa camisa aqui que hoje é do Fluzão, eu vou querer que meu time sempre vença. Então, eu vou jogar para vencer, vou me expor em prol do meu time. Cada vez mais que você se expõe, vai mais ao fundo para cruzar, cruzar, cruzar, não vai acertar dez, quinze cruzamentos. Eu tenho muitas assistências na carreira por ir ao fundo e cruzar. Treino muito isso. E acho que é isso que acontece. Eu não me escondo. Quando tem de ajudar o time, eu vou. Esse é meu perfil. Gosto de jogar. Quem não tem medo, acaba às vezes sofrendo um pouco mais. Não me empolgo com elogios, mantenho os pés no chão. Quando vem a crítica, eu também não me abato. Eu me blindo com a minha família e sigo trabalhando para melhorar – disse e complementou:

– Perder jogo me deixa puto. No mais, eu sou muito mais alegre e descontraído. Brinco quando pode brincar, mas quando tem de ser sério, é seriedade – frisou.

Conselheiros do Fluminense aguardam reunião para aprovar balanço financeiro de 2020

(Foto: Mailson Santana/FFC)

No dia 30 de abril, o Fluminense publicou o Demonstrativo Financeiro de 2020 em seu Portal da Transparência, faltando poucas horas para o fim do prazo. O clube foi o último entre os da elite do futebol brasileiro a fazê-lo. Agora, conselheiros aguardam a convocação, que, para alguns, já deveria ter ocorrido, visando a aprovação – ou reprovação – dos valores dispostos.

Por lei, o balanço deveria ter sido publicado – como foi – até o dia 30 de abril. Após a publicação, esse documento deve ser aprovado pelo Conselho Deliberativo (CDel). Para a sua aprovação, os conselheiros devem receber, além do balanço e da carta de apresentação do presidente, um parecer elaborado pelo Conselho Fiscal.

No último encontro realizado pelo CDel, o Conselho Fiscal revelou que ainda está desenvolvendo os argumentos do parecer. Até o momento, nada foi encaminhado para os membros da mesa informando a data da reunião, que deve ter a antecedência de 14 dias.

O NETFLU apurou, na época, que questões relativas a auditoria, além de pedidos de correção do Conselho Fiscal fizeram com que a diretoria tricolor protelasse um pouco mais para revelar os dados ao público. Após todas as correções e demandas levantadas, o Tricolor finalmente postou os números.

É importante lembrar que o balanço apresenta uma redução de prejuízo em relação a ano de 2019. O clube, mesmo em um ano de pandemia, melhorou o resultado em torno de 69% de um período para o outro. O déficit passou de 9.3 milhões de reais em 2019, para 2.9 milhões de reais no ano passado.

Por outro lado, houve um aumento em quase R$ 50 milhões, de um ano para o outro, do passivo (equivalente a 6% do total). O Fluminense explicou que isso ocorreu por conta da postergação do pagamento de parte dos salários, férias e 13º dos jogadores/funcionários para março de 2021, por meio de acordos com os sindicatos dos atletas e servidores.

Por primeira vitória fora, Flu terá que passar por adversário indigesto nos últimos anos

(Foto: Mailson Santana - FFC)

Em três jogos até aqui fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense ainda não conseguiu sair vitorioso em nenhum. Foram três empates, com São Paulo, Red Bull Bragantino e Fortaleza. Nesta quarta-feira, contra o Atlético-GO, em Goiânia, o Tricolor terá mais uma chance.

O adversário, porém, tem sido indigesto nos últimos anos. A última vitória do Time de Guerreiros sobre o rubro-negro goiano fora aconteceu em 2012, por 4 a 1. É bem verdade que, desde então, o Tricolor só enfrentou o Atlético-GO na capital goiana outras três vezes, com duas derrotas e um empate.

Em 2020, o Flu ainda foi eliminado pelo mesmo adversário na quarta fase da Copa do Brasil. Após vencer por 1 a 0 no Maracanã, perdeu por 3 a 1 em Goiânia e se despediu precocemente do torneio. Pelo Brasileirão, também não ganhou. Empatou no Rio por 1 a 1 e perdeu por 2 a 1 fora.

André destaca relação de amizade e entrosamento com Martinelli desde a base

(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Titular no último jogo do Fluminense, diante do Fortaleza, no Castelão, André voltou a reeditar a dupla que fez com Martinelli nas categorias de base do Tricolor. Em entrevista, o atleta destacou sua relação de amizade com o companheiro e o entrosamento que carregam desde sua passagem por Xerém.

– A gente está indo para o quarto ano jogando junto. Martinelli é meu amigo, fico muito feliz de ter atuado do lado dele e muito feliz pelo momento que ele está vivendo. É uma pessoa excepcional, um cara diferenciado, creio que ainda vai dar muitas alegrias para o torcedor tricolor. Passa pela cabeça que há dois, três anos estávamos jogando juntos na base, e hoje representarmos o Fluminense no profissional… Não tem felicidade maior – vibrou André.

Contra o Atlético-GO, André deve voltar para o banco de reservas. Isso porque Yago, que estava suspenso pelo terceiro amarelo contra o Fortaleza, retorna. Porém, a boa atuação no Castelão pode render ao jogador mais chances, especialmente diante das fracas exibições de Wellington, que não vem correspondendo.

Emprestado pelo Flu, volante marca em vitória do Goiás na Série B

(Foto: Reprodução)

Emprestado pelo Fluminense, o volante Caio Vinícius, cria de Xerém, marcou seu primeiro gol com a camisa do Goiás nesta terça-feira, na vitória por 3 a 0 sobre o Avaí, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

De cabeça, após uma cobrança de escanteio, o atleta fechou o placar e contribuiu para o triunfo. Sem espaço no Tricolor, o atleta jogou emprestado pelo Atlético-GO e pelo Oeste na última temporada.

O atleta está emprestado ao Goiás até o fim da Série B.

Após quase vir para o Flu, David Duarte fala sobre negociação frustrada e futuro no Goiás

(Foto: Divulgação/Goiás E.C)

Alvo do Fluminense no início do ano, o zagueiro David Duarte chegou a ficar muito perto de vestir a camisa verde, branca e grená. No entanto, o Goiás, clube que detém os direitos do atleta, não quis liberá-lo a menos que o Tricolor pagasse o valor desejado: R$ 4,5 milhões. Montante esse que o Fluminense não estava disposto a pagar.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, David relembrou o ocorrido, que fez com que o Tricolor desistisse do negócio. O zagueiro comentou a negociação frustrada e falou sobre seu futuro no Goiás. O atleta tem vínculo com o Esmeraldino até dezembro e já pode assinar um pré-contrato com outro clube a partir do mês que vem.

– Só tenho a agradecer o Goiás por querer estar comigo. Vou cumprir meu contrato, como sempre fiz, jogando. Depois o que tiver que ser vai acontecer. Deus sabe de todas as coisas. No final de tudo vamos sentar, conversar e ver o que é melhor para todas as partes – disse ele.

Vídeo – FLU! FLU! FLU! Clube brinca com áudio de torcida inspirado em canto islandês

Concentrado para o jogo desta quarta-feira, contra o Atlético-GO, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense foca no compromisso, mas o clima leve entre o elenco, invicto na competição, segue. Aproveitando-se disso, o próprio clube brincou em suas redes sociais.

Durante a refeição dos atletas, aparentemente em um momento onde todos cantavam parabéns para um membro da comissão técnica, o clube resolveu brincar e divulgou um vídeo divertido nas redes com um áudio da torcida entoando o canto inspirado no “grito de guerra” da torcida islandesa ao fundo.

Confira:

Médico e preparador físico do Flu são convocados para os Jogos Olímpicos

Foto: FFC

Além do zagueiro Nino, o médico do Fluminense Marco Azizi e o preparador físico Marcos Seixas foram convocados para integrar a comissão da Seleção Brasileira olímpica, que disputará os Jogos de Tóquio no próximo mês de julho, informa o repórter Renan Moura, da Rádio Globo.

Com isso, a dupla também estará ausente durante o período das Olimpíadas e não estará exercendo suas funções dentro do clube.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio começam no dia 23 de julho e vão até 08 de agosto.

Por desgaste, Flu deve ter mudanças contra o Atlético-GO; Saiba a provável escalação

(Foto: Lucas Merçon/FFC)

Por conta da sequência de jogos e do desgaste, o Fluminense deve ter algumas mudanças em seu time titular para encarar o Atlético-GO nesta quarta-feira, em Goiânia, às 19h, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. Segundo o portal GE, a tendência é que o atacante Caio Paulista e o lateral-esquerdo Egídio sejam poupados do duelo.

Com isso, Kayky e Danilo Barcelos devem entrar na equipe. Quem volta é Yago, que estava suspenso contra o Fortaleza e deve reassumir a vaga que foi ocupada por André no último jogo. Na direita, Samuel Xavier pode ser relacionado, mas deve iniciar no banco. Calegari, mais uma vez, deve seguir como titular.

Desta forma, a provável escalação do Fluminense para enfrentar o Dragão tem: Marcos Felipe, Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Martinelli, Yago e Nenê; Kayky, Gabriel Teixeira e Fred.

Nino vem sendo monitorado por dois clubes portugueses

(Foto: Mailson Santana - FFC)

Titular absoluto do Fluminense, o zagueiro Nino vem sendo observado por dois clubes de Portugal, apurou o NETFLU. Até o momento, apesar de estarem de olho no jogador, nenhuma proposta oficial foi feita ao Tricolor para a contratação do atleta, que disputará as Olimpíadas de Tóquio com a camisa da seleção brasileira.

Inclusive, por conta disso, a diretoria do Flu entende que o ideal é esperar pelos Jogos Olímpicos para ouvir as ofertas, já que, em caso de título do Brasil, o jogador pode se valorizar ainda mais e render mais dinheiro para os cofres do Fluminense.

Vale lembrar que, em sua última entrevista coletiva, o presidente Mário Bittencourt afirmou a necessidade de o clube vender, pelo menos, mais um jogador em 2021 para fechar o ano. Nino chegou às Laranjeiras em março de 2019 e já acumula 110 partidas pelo Flu, com seis gols marcados.