O orçamento do Fluminense para 2018 foi aprovado por ampla maioria dos conselheiros. A receita geral para 2018 está orçada em R$ 235 milhões brutos. Descontados os impostos, o valor cai para R$ 220 milhões. Na proposta de 2017, a arrecadação era de R$ 187,5 milhões. Já as despesas seguem o movimento oposto. Para 2018, a proposta é de R$ 210 milhões em gastos. Valor bem abaixo dos R$ 263,5 milhões previstos para este ano. O vice de finanças, Diogo Bueno, enalteceu:

– A aprovação desse orçamento é um marco. O mais importante é que passamos de um resultado negativo para positivo. O clube é viável economicamente. O trabalho de 2018 é encaixar as dívidas no resultado operacional.

Principal pasta do Tricolor, o futebol sofrerá cortes drásticos. A previsão é de R$ 140 milhões em gastos. Em 2017, o clube orçou R$ 209,5 milhões com o departamento.