À emissora, Muricy torna a falar sobre saída do Fluminense

À emissora, Muricy torna a falar sobre saída do Fluminense

muirycyO técnico Muricy Ramalho, atualmente desempregado, participou ao vivo do programa “Bate-Bola”, da “ESPN Brasil”. Dentre vários assuntos, os jornalistas questionaram sobre sua saída conturbada do Fluminense em 2011. Muricy nega que o pedido de demissão tenha partido em razão da falta de estrutura no clube.

– Eu sou muito apegado às pessoas que vou trabalhar. Não sou técnico de chegar num clube e tirar tudo aquilo que está lá. No Fluminense ganhei também (o título brasileiro) porque todas as pessoas que estavam lá, ficaram. Quando nós ganhamos o título, veio uma nova diretoria. Eu tinha uma assessoria de imprensa, o Alexandre (Bittencourt), que era do Fluminense. Me ajudou demais, um cara sensacional, me ajudou a ganhar, a lidar com a imprensa. Tiraram o rapaz. Aí depois tiraram um dirigente. Então isso era importante e me senti um pouco incomodado. Era o melhor contrato da minha vida. Respeito as pessoas que estão lá, mas eu discordava um pouco. Mas o negócio da estrutura exageram demais. Claro que tinha que melhorar, como eles sabem que tem que melhorar, mas nada excepcional. Foi uma diferença de opinião só. Simplesmente isso – explicou.