(Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC)

Auxiliar técnico de Roger Machado no Fluminense, James Freitas foi contratado a pedido do treinador. O assistente é um velho conhecido do treinador, ambos atuaram juntos no Grêmio.

Entrevista ao portal “Globo Esporte”, James contou como é a parceria com o técnico e revela que existem ocasiões que os dois tem opiniões contrárias.

– (Risos) Isso normal como qualquer parceria de trabalho. Tem alguns momentos que os assuntos são colocados em pauta, logicamente que nosso trabalho como comissão técnica é muitas vezes dar nossa opinião, e nem sempre a opinião é a mesma do treinador. A gente algumas vezes diverge, é natural dentro do processo, somos pessoas diferentes, faz parte do contexto.

O auxiliar completa dizendo que no final das contas a opinião que prevalece é a de Roger Machado por ser a cabeça pensante do time.

– A gente tem que saber colocar nossa opinião para o chefe. Na realidade, a opinião que vai prevalecer sempre é a do treinador, ele é a cabeça pensante, é com ele que está praticamente a responsabilidade do trabalho. Nós somos o suporte, entender os contextos e momentos. Algumas vezes, mesmo a gente com uma opinião distinta, é o momento para gerar segurança para todo mundo. E para a equipe também é importante a concordância com o professor para que o trabalho tenha um bom andamento.