(Foto: Lucas Merçon - FFC

Não é só o Cristiano Ronaldo que cuida do seu físico e da sua saúde através de uma dieta controlada com seis refeições diárias, além de uma intensa malhação e suficientes horas de sono. Também os jogadores de futebol dos times brasileiros tomam cuidados especiais para se manterem em alta na hora de entrar em campo.

O descanso e a boa nutrição são importantes para todos, não só os atletas como os jogadores de futebol do Fluminense e dos outros clubes, mas também para os tenistas, os ginastas e até para os jogadores de pôquer online.

Não há físico que resista às exigências do esporte, mais ainda se são jogadores de elite, cobrados permanentemente para obterem resultados positivos. Também os jogadores de poker online sofrem essa cobrança pessoal. Desse jeito, todos precisam de uma alimentação saudável e horas de descanso para a recuperação física e mental.

Assim como o Cristiano Ronaldo, que surpreendeu os novos colegas do Manchester United por causa do seu sistema baseado em três pilares (treinos físicos, uma dieta controlada e uma certa quantidade de horas de sono que respeita diariamente), os jogadores brasileiros de futebol também controlam a saúde através de uma boa nutrição.

Especialistas afirmam sobre a importância de uma boa nutrição esportiva
Cada etapa do treino exige uma dieta diferente. Isso quer dizer que os jogadores, por regra geral, devem ser monitorados de acordo à fase do treinamento e do objetivo de cada atleta.

É evidente que cada esporte tem uma exigência diferente e isso deve ser levado em consideração pelo atleta, mas principalmente pelo nutricionista encarregado do cuidado.

Independentemente se for um atleta amador ou um atleta profissional, cada dieta deve estar relacionada com a história clínica do esportista, com os seus objetivos, com o estilo de vida que ele tem e fundamentalmente com o calendário dos torneios ou campeonatos.

Um bom nutricionista deve prestar atenção à fase em que o atleta está quanto a atividade esportiva, para definir o tipo de alimentação e a suplementação que a exigência física desse atleta requer.

Como são as diferentes etapas de um treino quanto à nutrição
Os nutricionistas esportivos falam em cinco etapas diferentes para poder organizar uma boa dieta:

Primeira etapa
É quando acontece o início do treino, fase em que o atleta faz uso da força, da resistência e da flexibilidade. É o momento certo de aumentar a massa muscular e diminuir a gordura corporal.
Se o atleta precisa perder peso, haverá necessidade de diminuir os carboidratos, por exemplo. Alguns falam até em jejum intermitente como estratégia.

Segunda etapa
Começa com a preparação específica para o esporte no qual o atleta se desenvolve. É o momento de uma dieta que forneça energia, pois o atleta precisa acelerar a recuperação muscular. É óbvio que a dieta deve ser personalizada de acordo à intensidade que cada esporte exige.

Terceira etapa
É a chamada etapa de polimento. É quando acontece um aumento da intensidade dos treinos, porém em menor volume. O momento exige muito cuidado quanto a ingerir energia, porque do contrário é fácil ganhar peso.
Por outro lado, com esse controle diminui a possibilidade de sofrer lesões.

Quarta etapa
É hora da competição. Uma semana antes o atleta deve manter uma dieta específica com maior potencial anti-inflamatório. Além disso, deve-se definir o tipo de estratégia nutricional para adquirir durante o torneio e tudo o que for consumido deverá ser testado antes, especialmente durante os treinos.

Quinta etapa
É a última, e começa depois da competição. Deve ser uma dieta relacionada com esse período de descanso, quando os treinos diminuem.
Definitivamente, os jogadores de futebol bem como os jogadores de pôquer online devem estar controlados por um nutricionista esportivo. Esse é o profissional indicado para definir uma alimentação nutritiva e saudável.
Só desse modo, o atleta poderá estar cuidando do físico e da mente, obtendo um maior rendimento na sua atividade, além de cuidar do peso, o que é muito importante para manter a saúde em dia.