Fluminense ainda pode ter algum retorno financeiro com Marcos Paulo, mas possibilidade é remota (Foto: Mailson Santana - FFC)

Marcos Paulo assinou um pré-contrato com o Atlético de Madrid (ESP), mas no último instante um clube ucraniano tentou fechar com a revelação do Fluminense. A pedido do técnico romeno Mircea Lucescu, fã do futebol do jogador, o Dínamo de Kiev fez contatos para buscar Marcos Paulo e cogitou, até mesmo, comprá-lo de forma imediata pagando um valor importante para o Tricolor.

Apesar do desejo do romeno e do Kiev, Marcos Paulo sempre manteve o interesse em atuar num grande centro, muito embora, a agremiação da Ucrânia estivesse disposta a oferecer um salário maior do que o Atlético de Madrid concordou em pagar.

Em relação ao valor de compra, o Dínamo, inicialmente, admitia apresentar uma proposta de 5 milhões de euros (R$ 33 milhões) para o Flu a fim de ter o jogador imediatamente em definitivo. Entretanto, sabedor dos movimentos de mercado e do desejo de o meia-atacante em não continuar no clube carioca, recuou, mas ainda disposto a oferecer uma compensação financeira ao Fluminense entre 2 milhões (R$ 13,2 milhões) e 3 milhões de euros (R$ 19,8 milhões).

A vontade de Marcos Paulo de atuar no Atlético Madrid prevaleceu e o Dínamo de Kiev sequer oficializou a proposta ao Fluminense. O jovem receberá, além de premiações e bonificações, um salário de cerca de 450 mil euros (em torno de R$ 3 milhões) por ano no clube espanhol livre de impostos, ou seja, algo próximo de R$ 250 mil por mês.