“A torcida é nosso sexto homem”, frisa craque do basquete tricolor

“A torcida é nosso sexto homem”, frisa craque do basquete tricolor

Aos 41 anos, Facundo lidera Flu rumo ao NBB

Uma vitória nesta quinta-feira colocará o Fluminense no NBB, a elite do basquete nacional. O time encara o Macaé no ginásio do Tijuca Tênis Clube, às 19h, e conta com o apoio dos tricolores. Craque da equipe, Facundo Sucatzky espera que a torcida faça sua parte.

Se no Fluminense, os torcedores são chamados de décimo segundo jogador, no basquete o “sexto homem” precisa se fazer presente.

– Sem dúvidas, a torcida é o nosso sexto homem. Com certeza vai ajudar demais o time. Fico feliz em fazer parte do Fluminense, uma instituição de grande história no Brasil – elogiou o argentino, muito otimista:

– Eu espero fazer o time jogar bem. Meu objetivo é que todos façamos ótima partida. Desde que cheguei aqui, dia após dia, sonhei que nosso time iria conseguir a vaga para o NBB. Nesse momento não importa o individual, mas toda a equipe. A expectativa é muito grande, já que nosso time se preparou quatro meses para este momento. O grupo está forte, mentalizado para jogar e prontos para buscar a vitória.