Abel não vê obsessão como causa da eliminação na Libertadores

Abel não vê obsessão como causa da eliminação na Libertadores

Abel entende que faltou sorte ao time do Fluminense na Libertadores (Foto: Photocamera)

A Libertadores é o grande sonho de todos os tricolores e, mais uma vez, a equipe ficou pelo caminho neste ano. Mas, para Abel Braga, a eliminação nada teve a ver com uma obsessão pelo título. O técnico, por outro lado, afirma estar orgulhoso com o Fluminense sempre disputando títulos e virando figura frequente na competição mais importante do continente.

– Sinceramente? Virou obsessão, mas não atrapalha. Não fizemos nada para ser eliminados. Fomos o primeiro lugar do nosso grupo, batemos de um lado de confronto melhor do que o ano passado e fomos bem superiores ao adversário. Não justifica. Não tivemos a sorte que o Atlético-MG teve. Levaram bola na trave, evitaram gol certo e ainda teve o pênalti nos descontos. Teve a sorte do jogo, de campeão. Tivemos isso em 2012, creio eu. Mas não vejo assim. O Fluminense é um clube hoje que está disputando tudo. Tem chegado sempre nos últimos anos. Eu, como tricolor, me sinto orgulhoso. O Fluminense chega à semifinal, final, é campeão, vice, terceiro… Está muito bom, porque não dá para ganhar tudo. Acho que é normal ter essa ambição – disse.