Abel pede pressão da CBF na Conmebol sobre árbitros na Liberta

Abel pede pressão da CBF na Conmebol sobre árbitros na Liberta

Abel cobra postura da CBF e lembra que clubes brasileiros têm prejuízos quando caem na Libertadores (Foto: Photocamera)

Palmeiras e Corinthians deixaram a Libertadores reclamando de erros de arbitragens. Depois, sem maiores problemas com os homens do apito, foi a vez do Grêmio de deixar a competição. Ainda assim, o problema envolvendo as arbitragens preocupa Abel braga. E, na visão do técnico do Fluminense, a CBF é quem tem de tomar providências.

O treinador afirmou que é dever da entidade interceder em nome dos clubes brasileiros.

– Não preciso conversar com ninguém. Não é a direção do Fluminense que tem de se preocupar. É a CBF que tem de prestar atenção. Dos seis brasileiros, só Atlético-MG e Fluminense representam o país. O clube não tem como pressionar a Conmebol, mas é a CBF. Hoje houvi no rádio que a Conmebol está pensando em punir o árbitro. Não é punir, é afastar. É um prejuízo enorme, são altas cifras. Ir a uma final de Libertadores, um Mundial… O Grêmio fez um time forte, um alto investimento, pensando em Libertadores. Parece que não teve erro de arbitragem no jogo deles. Sair por causa do mérito do adversário é uma coisa. Nós não fizemos investimentos, mas mantivemos o time. O Atlético-MG se reforçou. O Corinthians reforçou. Teve um prejuízo enorme. Quem tem de procurar ficar mais atenta a esse ponto é a CBF – alertou.