No dia 26 de fevereiro, o Fluminense recebe o Antofagasta (CHI), estreante em competições intercontinentais, pela partida de ida da 1ª fase da Copa Sul-Americana, no Maracanã. No entanto, um problema com a ANFP (Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile) pode acabar complicando a vida do adversário tricolor e tirando o clube do torneio.

A entidade admitiu que seis equipes chilenas foram inscritas após o prazo nas competições da Conmebol (Libertadores e Sul-Americana). São elas: Universidad do Chile, Palestino, Unión Española, Colo Colo, Union La Calera, que eliminou a Chapecoense da Sul-Americana, e o Antofagasta, que enfrenta o Fluminense. E o erro pode acabar custando uma desclassificação para esses clubes.

Porém, a ANFP garante que as inscrições foram aceitas pelo Departamento de competições da Conmebol, o que, a princípio, não implicaria na perda de pontos ou jogos das equipes chilenas. Como o erro foi da Associação, e não dos clubes, a mesma afirmou que assumirá qualquer tipo de consequências que o problema pode gerar, eximindo os clubes da responsabilidade.