Advogado comenta situação de Deco

Advogado comenta situação de Deco

 

Deco corre o risco de ser suspenso por até dois anos (Foto: Photocamera)

Flagrado no exame antidoping pelo uso da substância furosemida no jogo contra o Boavista pelo Campeonato Carioca, Deco corre o risco de ser suspenso por até dois anos. Quem explica a situação é o advogado especializado em direito no esporte Marcos Motta. De acordo com ele, no entanto, ainda é cedo para fazer projeções.

– Ele vai ser suspenso preventivamente até o julgamento. O Brasil é signatário da convenção mundial antidoping. Existem circunstâncias atenuantes, mas a pena pode ser de dois anos. Mas tem de aguardar, tem de ver contraprova… – comentou.