Fluminense não conseguiu a permanência de Caio Henrique por conta de opção do Atlético de Madrid (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Destaque do Fluminense no ano passado, Caio Henrique deixou o Tricolor e foi emprestado pelo Atlético de Madrid, da Espanha, ao Grêmio. Agente do lateral-esquerdo, Deco falou na entrevista ao NETFLU na Rede sobre a negociação.

De acordo com o ex-meia, Caio tinha o desejo de ficar, mas o clube espanhol, detentor de seus direitos, tinha outros planos.

— Na verdade, a decisão é muito mais responsabilidade do clube dele, o Atlético de Madrid. O Atlético não queria mais emprestá-lo para um clube brasileiro. A ideia do Atlético era se o Caio já tivesse o passaporte espanhol usar o Caio. Só que como não tinha, queria emprestar para clube da Europa. O Caio tinha decidido ficar no Brasil muito por causa da seleção olímpica. Estava feliz. A prioridade dele sempre foi o Fluminense, mas o Atlético tinha outras ambições. Acho que fez alguma preferência sobre jogadores do Grêmio, que eles têm algum interesse. Foi mais decisão do clube que do Caio, ele não teve muito o que fazer. Como queria ficar no Brasil, praticamente todos os clubes o quiseram. Se fosse decisão só do Caio, certeza que o Fluminense seria a primeira escolha. Hoje ele está feliz no Grêmio, mas era mais opção do Atlético – disse.

Veja a íntegra do papo com o Mago no vídeo abaixo: