Artur Mahmoud, assessor do presidente do Fluminense Pedro Abad foi preso na manhã desta segunda-feira na segunda fase da Operação Limpidus. Ele não foi o único. A reportagem do Uol noticia que Filipe Dias, gerente de operações de arena do Tricolor, também foi preso pela polícia. Filipe não foi encontrado pelas autoridades em sua casa. Mais tarde, contudo, o dirigente se apresentou à polícia.

Leandro Schilling, chefe da empresa responsável pelos ingressos dos jogos, também foi preso. Nesta segunda-feira, a polícia ainda pretende cumprir mandados contra dirigentes e funcionários do Vasco e líderes de organizadas. Alesson Galbão de Souza, presidente da torcida organizada Raça Fla também foi detido.

A ação da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática e do Ministério Público com o Juizado Especial do Torcedor investiga a relação entre clubes e distribuição de ingressos para integrantes de torcidas organizadas.