A comissão técnica de Tite já teve contato com os analistas de desempenho do Fluminense, que ficaram responsáveis por acompanhar o México. Antes de chegar a Rússia, houve uma reunião que a CBF definiu, por meio de um sorteio, quais seleções os analistas de 19 clubes da Série A do Brasileirão iriam acompanhar durante o torneio.

Os analistas de desempenho do Fluminense ficaram responsáveis por acompanhar a seleção do México, que surpreendeu ao vencer a Alemanha na primeira rodada e avançou em segundo lugar. Na primeira fase, o Grêmio ficou responsável pela Suíça, o Avaí pela Costa Rica e o Sport pela Sérvia.

A ideia foi de Fernando Lázaro, coordenador do CPA (Centro de Pesquisa e Análise), órgão da comissão técnica que analisa possíveis convocáveis das listas de Tite, e os adversários do Brasil.