Foto: Photocamera
Foto: Photocamera

Rafael Sobis se diverte com sua profissão, mas não esconde o cansaço. Mesmo com apenas 29 anos, o atacante do Fluminense já visualiza pendurar as chuteiras em breve. Não se vê por muito mais tempo no futebol. Ele não garante, porém, encerrar a carreira no clube carioca.

–  Sobre o parar, tenho o pensamento de não ir muito longe. Mexer com futebol não pretendo. Quero ficar o mais longe possível. Futebol envelhece muito. Um ano seu ruim, parece que passaram dez. Toda crítica cai em nós. Temos que assimilar. Faz falta gente que quer que o futebol melhore, mas muitas vezes não vai conseguir porque o entorno está preparado para que essas pessoas não entrem. Não penso nisso. Sinceramente, vou querer distância. Mas daqui a pouco estou fazendo alguma coisa envolvida com futebol e talvez me encontre e goste. Mas não pretendo, não. Difícil dizer (se encerrará no Flu). Tenho mais um ano de contrato, pretendo cumpri-lo. Só o tempo. Pretendo largar em pouco tempo, mas o pouco tempo pode durar dez anos. Penso até 32, 33. Daqui a pouco é daqui dez anos, ou vou ficar muito e levo três – disse o jogador, falando sobre o seu mundo ideal:

– Seria tudo, menos futebol. Eu me divirto, me sinto bem, mas minhas amizades e minha vida fora do campo não tem muito a ver com futebol. Procuro ficar o mais distante possível, senão o futebol acaba com a gente no sentido de não ganhar, treinar, sentir dores. Fazer isso, aquilo e ter que agradar esse e aquele. Procuro ficar sempre fora do futebol e me envolver o mínimo possível para chegar com a cabeça boa, senão você já chega estressado. Todo dia tem alguma coisa, vocês não têm noção.


Sem comentários