Fluminense ainda deve ao Del Valle pela contratação de Sornoza (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Por mais que o Fluminense tenha sido acionado na Fifa pelo Independiente del Valle (EQU) e Boston River (URU) por dívidas referentes às contratações de Sornoza e Orejuela e De Amores, respectivamente, não há temor no clube a respeito de possíveis punições. Para isso, a diretoria tricolor elaborou uma estratégia.

A intenção no Fluminense é sempre manter o diálogo e ir pagando partes das dívidas, sinalizando, desta maneira, boa intenção de honrar com os compromissos. O NETFLU apurou que assim, mesmo sem quitar na totalidade os débitos, o clube das Laranjeiras evita possíveis sanções junto à Fifa como perda de pontos em campeonatos e transfer ban (proibição de contratações).

Com a adoção de tal procedimento, a expectativa é de que haja uma execução para esticar o pagamengo das dívidas.

Fora os imbróglios relacionados a Sornoza, Orejuela e De Amores, o Fluminense também é cobrado por empresário por comissão na negociação para a chegada de Michel Araujo junto ao Racing (URU).