Fluminense e Cerro voltam a se enfrentar na próxima terça, no Maracanã (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense venceu a ida das oitavas de final da Copa Libertadores por 2 a 0 sobre o Cerro Porteño, terça-feira, no La Olla. De olho no jogo da volta, na próxima terça, no Maracanã, o técnico da equipe paraguaia, Arce, já admite fazer mudanças.

— Temos que nos recuperar, corrigir nossos erros, mudar o que temos que mudar. Ainda temos vida e assim como marcaram aqui, vamos tentar converter lá. E que, desta vez, a arbitragem possa se tornar imparcial – disse Arce, reclamando também da arbitragem do argentino Facundo Tello que anulou gol de Boselli com o auxílio de César Deischler do VAR.

— Ainda é cedo para determinar exatamente como o faremos ou com quem o faremos. Sim, é verdade que vamos repensar os nomes e as posições para não dar-lhes espaços, jogando no seu próprio campo com o resultado que têm a seu favor e também cuidando melhor da nossa estrutura e dos espaços a serem percorridos. Temos que ir e marcar no mínimo os dois gols – falou.

Na zaga, Juan Patiño, que cumpriu suspensão na ida, voltará no lugar de Rodrigo Delvalle, mas seguirá sem o meia Angel Cardozo Lucena, lesionado.