Foto: Photocamera
Foto: Photocamera

A grande imprensa detonou o Fluminense nos últimos tempos. Foram incontáveis opiniões irresponsáveis de jornalistas sobre o imbróglio Portuguesa-Flamengo, acusando o Tricolor, injustamente, de participação no caso. Além disso, muitos, ignorando o cumprimento do regulamento, pediam o Tricolor na Série B a qualquer custo, em troca de um suposto pagamento de dívida. Entretanto, Peter Siemsen, presidente do clube, vê o cenário se alterando.

– Posso dizer que a gente vem monitorando bastante a mídia e houve nela uma mudança (nessa tendência de se crucificar o Fluminense), principalmente nos formadores de opinião, pessoas sérias, não totalmente ligadas a uma equipe. Porque algumas outras você sabe que não são sérias, o cara já tem a escolha dele e vai fazer o que puder dentro daquele caminho dele – afirmou Siemsen, completando:

– Mas na grande maioria dos comentaristas temos monitorado e a reação vem sendo absolutamente correta, sempre explicando de uma forma atenta. Muitos têm opiniões divergentes, e eu não culpo nenhum deles, na linha de que ‘poxa, não deveria cair a Portuguesa’ ou ‘não deveria causar a queda esse tipo de decisão’. É uma análise fora de um contexto maior. Volto a dizer: se acontecer isso, e a maioria entender que está errado, vamos melhorar a legislação no futuro. O que não pode é aplicar a regra para você, o Grêmio Prudente ser rebaixado em 2010 e não aplicar para a Portuguesa porque foi na última rodada.


Sem comentários