(Foto: Mailson Santana/FFC)

Após o juiz Carlos Magno Telles, da Vara Única de Água Branca, determinar a penhora de mais de R$ 10 milhões e o bloqueio de transferências e registros de atletas no dia 8 de janeiro, o Fluminense conseguiu reverter a decisão nesta quarta-feira. O NETFLU informou com exclusividade que a Justiça determinou, em caráter de urgência, a liberação dos jogadores.

Com o fim do imbróglio, o Fluminense já pode inscrever os atletas ainda não regularizados no Boletim Informativo Diário (BID). Logo após a decisão, três jogadores já ficaram à disposição do técnico Fernando Diniz para o duelo contra o Americano, na próxima quinta-feira: o zagueiro Nathan Ribeiro, o lateral-esquerdo Marlon e o atacante Mateus Gonçalves.

O Fluminense ainda corre contra o tempo para regularizar o volante Luiz Fernando, o meia Caio Henrique e o atacante Yony González até o fim desta quarta-feira, para ambos ficarem à disposição de Fernando Diniz para a próxima partida do Campeonato Carioca.