Foto: Lucas Merçon

Um raio pode cair no mesmo lugar no que depender da vontade do lateral-esquerdo Danilo Barcelos. Já tendo trabalhado com o técnico Roger Machado quando defendia o Atlético-MG, o jogador lembrou que atuava, em algumas circunstâncias, como meia do Galo.

O portal GE lembra que aquele time do Galo, que foi campeão mineiro e fez a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores, tinha do lado esquerdo Fábio Santos, mais recuado, e Danilo, mais avançado, em uma segunda linha de três. Ao reencontrar o técnico, agora no Fluminense, o ala se colocou à disposição para repetir a função, depois que Igor Julião fez um gol no Fla-Flu atuando no meio.

– Joguei várias vezes no tripé de meio, foi algo muito natural, já tinha feito antes de trabalhar com ele também. Mas no Atlético encaixou, e as coisas caminharam. Eu gosto muito e acredito que posso ser muito útil também. Se for pelo bem do Fluminense, vou estar sempre pronto e já falei isso para o professor – destacou em entrevista ao GE.