Em clima de despedida por um lado, já projetando o encerramento da carreira de Fred, e em lua de mel por outro, dada as últimas atuações do time, o Fluminense não tomou conhecimento do vice-líder do Campeonato Brasileiro. Em nova atuação de gala, sob a batuta de Cano, que fez dois gols, e na extrema essência do estilo de Diniz, envolvendo o adversário, o Tricolor venceu por 4 a 0. A cereja do bolo foi o gol de Fred.

Na primeira parte do jogo, um susto inicial num contra-ataque rápido dos corintianos. Ficou nisso para os paulistas e mais nada. Numa performance quase impecável, com Ganso e Árias ditando o ritmo das ações ofensivas, o adversário não viu a cor da bola. Manoel deu às boas vindas aos rivais, abrindo o placar de cabeça, voando feito pássaro.

O segundo gol do Fluminense também veio de bola parada. Sempre oportunista, Cano subiu mais do que todos, bem posicionado, ampliando. Ao final da etapa inicial, ficou clara a postura completamente dominante do Time de Guerreiros. O Corinthians, por sua vez, chegou a esboçar algumas saídas pela esquerda, teve uma chance com Júnior Moraes, mas não soube o que fazer quando teve a bola. E teve pouquíssimas vezes.


Na etapa complementar, Flu continuou domando o rival. Cano, novamente, demonstrou o faro de gol e despachou pras redes após jogada de cinema na mais firme essência no estilo Fernando Diniz. A cereja do bolo veio no fim, para premiar o jogo feito pelo Time de Guerreiros. Fred recebeu passe de Martinelli e, num chutaço, que desviou, matou Cassio! O Maracanã foi à loucura! A torcida ficou louca, no melhor sentido! É Fluzão perto do topo, fazendo 4 a 0 em noite de gala.