Erro grosseiro da arbitragem deu início à reação do adversário (Foto: Mailson Santana - FFC)

Decisivo para a derrota do Fluminense por 2 a 1 para o Atlético-MG, domingo, no Mineirão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, ao assinalar um pênalti inexistente para o adversário quando o Tricolor vencia a partida por 1 a 0 no primeiro tempo, o árbitro baiano Marielson Alves Silva relatou na súmula xingamentos de Mário Bittencourt proferidos contra ele. De acordo com o documento, após o fim do jogo, o presidente do clube das Laranjeiras dirigiu as seguintes palavras em sua direção: “vagabundo, filho da puta, você é um canalha, é um moleque, pode relatar mesmo”.

Confira o trecho do documento citado pelo árbitro:

Passada a derrota para o Atlético-MG, o Fluminense voltará a campo no próximo domingo, diante do Bahia, na Fonte Nova.