ATUAÇÕES NETFLU – Coritiba 2 x 1 Fluminense

ATUAÇÕES NETFLU – Coritiba 2 x 1 Fluminense

Ricardo Berna – Nota 4,5

Fez duas boas intervenções, mas deu uns sustos nas saídas de bola e falhou no segundo gol do Coritiba.

Gum – Nota 4,5

Partida tranquila na medida do possível, mas pecou nos lances capitais do Coxa.

Digão – Nota 5,0

Vive boa fase realmente, mas, assim como o seu companheiro, acabou dando espaço justamente quando não deveria.

Wellington Silva – Nota 5,0

Boa atuação no primeiro tempo, mas discretíssimo na etapa complementar.

Carlinhos – Nota 7,5

– Grande atuação. A possibilidade de ser negociado parece que o fez acordar novamente. Marcou um gol, avançou bem e, por pouco, não fez mais um.

Diguinho – Nota 5,5

– Boa participação na marcação, mas ainda peca fazendo faltas bobas. Apareceu bem no setor ofensivo quando necessário.

Edinho – Nota 5,5

Roubou muitas bolas, praticamente não deixando Rafinha respirar. Por outro lado, como de costume, errou passes simples.

Wágner – Nota 5,0

– Ficou devendo na criação. Mantido por Abel como titular, criou pouco e sobrecarregando seus companheiros do setor ofensivo.

Rhayner – Nota 7,0

– Está em toda parte do campo. Correu demais, marcou, apareceu no ataque, chutou a gol, só faltar estufar as redes.

Rafael Sobis – Nota 6,0

– Se mexeu bastante no setor de ataque, mesmo atuando fora de posição, criando bons lances para o Flu.

Samuel – Nota 4,0

– Atuação bastante discreta, apesar da disposição. Destoou dos companheiros da linha de frente.

Thiago Neves – Nota 4,0

– Entrou para dar mais fôlego ao Time de Guerreiros, mas errou praticamente tudo o que tentou.

Biro-Biro – Nota 4,0

– Tocou muito pouco na bola e não conseguiu fazer o que dele se espera: dar mais velocidade e aproveitar os contra-ataques.

Felipe – Sem nota

– Entrou praticamente no fim do jogo e mal foi acionado.

Abel Braga – Nota 4,0

– Ousadia demais na escalação do time e ousadia de menos na hora de fazer substituições. Quando pensava em fechar, promovendo Fábio, a equipe para manter o empate, foi castigado com o gol de Alex. Aí, resolveu colocar Felipe. Era tarde demais.