Atuações NETFLU – Fluminense 1 x 1 Huachipato

Atuações NETFLU – Fluminense 1 x 1 Huachipato

Leandro Dias

DIEGO CAVALIERI – NOTA 5,5

– Uma única defesa no jogo inteiro. No mais, espectador.

BRUNO – NOTA 5,0

– Quando jogou do lado onde tinha mais torcida acabou pressionado e rendeu pouco. No segundo tempo subiu de produção.

*RHAYNER – NOTA 5,0

– No pouco tempo que esteve em campo, esbanjou disposição, força de vontade, gana que o time inteiro não tem demonstrado nesta Libertadores.

GUM – NOTA 4,5

– Parece ter esquecido o bom futebol de 2012. Ou foi apenas uma boa fase? No combate direto foi até bem, mas quando a bola viajava pelo alto….

DIGÃO – NOTA 5,0

– Trabalho quase nenhum com o ataque quase inofensivo do Huachipato

CARLINHOS – NOTA 7,0

– Melhor partida no ano. Buscou a linha de fundo quase o tempo inteiro, com cruzamentos mais eficazes que em outros jogos. Se atuasse sempre assim…

EDINHO – NOTA 3,0

– Errou passes até dizer chega. Acha que é um volante técnico e cisma de querer armar jogo.

JEAN – NOTA 5,5

– Como todo o time, foi muito bem no primeiro tempo. Caiu demais de produção no segundo e quando acabou deslocado erradamente para a direita, rendeu menos ainda.

DECO – NOTA 3,0

– Lento, vagaroso, não consegue mais acompanhar o ritmo de partidas intensas como são as da Copa Libertadores. Até no seu forte, os passes, têm pecado.

*WAGNER – NOTA 3,5

– Substituiu Deco, mas não é um meia cerebral. Se esforçou, correu muito pelo lado esquerdo, mas sem utilidade.

THIAGO NEVES – NOTA 6,5

– Ótimo primeiro tempo. Foi o principal jogador do time. Na etapa final sumiu e quando teve a chance de fazer 2 a 1 pecou pelo preciosismo, marca do Flu versão 2013.

WELLINGTON NEM – NOTA 6,0

– Veloz, incomodou muito a defesa chilena. Tentou tabelas com Fred, que não acompanhou seu ritmo.

FRED – NOTA 3,5

– Apesar do gol, de pênalti, fez uma partida muito fraca. Fazendo o trabalho de pivô, matou os ataques do time com devoluções de bola erradas. Pesado, parece estar fora de forma.

*SAMUEL – SEM NOTA

– Entrou faltando um minuto para acabar o jogo e nem tocou na bola.

ABEL BRAGA – NOTA 2,0

– Não consegue corrigir os erros do time. Tem mexido mal, como a entrada de Rhayner no lugar de Bruno, perdendo a jogada de linha de fundo pela direita, e a inútil entrada de Samuel, que nem tocou na bola. Além disso, tem escalado mal o banco. Pôs três atacantes e apenas um meia de armação, mesmo tendo Felipe no elenco. Precisa entender que Wágner é reserva de Thiago Neves, não de Deco.