Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Atlético-PR

Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Atlético-PR

Fluminense bateu o Atlético-PR por 2 a 1 em Macaé (Foto: Photocamera)

Ricardo Berna – Nota: 7

Sem culpa no gol do Atlético-PR, salvou o Fluminense com duas defesas brilhantes no fim.

Elivélton – Nota: 4,5

Perdido, falhou na marcação no lance do gol do Atlético-PR.

Gum – Nota: 5

Não participou da falha coletiva no gol de Manoel, mas quase entregou um no fim do jogo ao matar erradamente uma bola no peito no meio da área tricolor.

Anderson – Nota: 4

Teve trabalho com os atacantes do Atlético-PR. Não marcou ninguém no gol de Manoel.

(Eduardo, intervalo) – Nota: 5

Entrou para melhorar a produção no meio de campo tricolor. Porém, errou alguns passes em contra-ataques importantes do Fluminense.

Wellington Silva – Nota: 5

Oscilou boas arrancadas com cruzamentos ruins e alguns passes errados. Não comprometeu.

Fábio – Nota: 4,5

Deu alguns espaços atrás no primeiro tempo. Na segunda etapa, melhorou, mas errou passes bobos.

Diguinho – Nota: 5,5

Deu belo lançamento no pênalti sofrido por Samuel. No entanto, foi mais um a cometer equívocos nos passes.

Felipe – Nota: 4,5

Como único armador, não conseguiu criar boas jogadas. Melhorou após a entrada de Eduardo ao ter com quem dividir a tarefa, mas foi substituído pouco tempo depois.

(Rhayner, 17 do 2ºT) – Nota: 4,5

Entrou para dar velocidade ao Fluminense. Até correu, só faltou acertar os lances. Perdeu duas bolas infantis no final da partida que, por pouco, não viraram ataques perigosos do adversário.

Monzón – Nota: 4

Com o Fluminense no 3-5-2, poderia ter aproveitado para apoiar mais e não o fez. Figura apagada em campo.

Rafael Sobis – Nota: 7

Decisivo. Fez de pênalti o primeiro gol do Fluminense e deu o passe para o segundo, marcado por Samuel.

(Willian, 24 do 2ºT) – Nota: 5,5

Entrou para reforçar a marcação e foi bem sucedido na tarefa. Jogou com muita raça.

Samuel – Nota: 6,5

Se não é um primor pela técnica, lutou como sempre e foi premiado com o gol da vitória.

Abel Braga – Nota: 5,5

Optou pelos reservas e, mesmo no sufoco, trouxe a vitória de Macaé.