Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Portuguesa

Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Portuguesa

Foto: Nelson Perez
Foto: Nelson Perez

DIEGO CAVALIERI – NOTA 5,5

– Esteve um pouco inseguro, mas fez defesas importantes, especialmente uma com o pé no primeiro tempo.

 

BRUNO – NOTA 6,5

– Um dos melhores no primeiro tempo. Fez dobradinha interessante com Rafinha. Caiu um pouco no segundo, mas sem comprometer.

 

GUM – NOTA 7,5

– Partida praticamente sem erros. Soberano na defesa e, incrivelmente, bem com a bola nos pés. Um dos destaques do time.

 

ANDERSON – NOTA 5,0

– Falhou no gol da Portuguesa ao ficar plantado e ver Diogo cabecear livre . Fora isso, teve boa atuação.

 

CARLINHOS – NOTA 5,5

– Sonolento e displicente no primeiro tempo, melhorou na etapa final, sobretudo na marcação.

 

EDINHO – NOTA 6,5

– Cometeu falta desnecessária que resultou no gol. No mais, foi guerreiro na marcação e eficiente com a bola nos pés. Quase marcou um golaço.

 

FÁBIO – NOTA 7,0

– Surpresa de Vanderlei, não fez a torcida sentir saudades de Willian. Acertou a maioria dos passes e deu belos lançamentos.

 

* FELIPE – NOTA 5,5

– Entrou para dar mais ofensividade ao time, mantendo a qualidade no passe. Fez aquilo que propôs.

 

RAFINHA – NOTA 6,5

– Ao lado de Bruno, o destaque do primeiro tempo. Era a principal opção ofensiva pelo lado direito. Injustamente substituído.

 

*BIRO-BIRO – NOTA 6,0

– Com velocidade, foi importante para puxar os contra-ataques. Porém, seu físico franzino impedia de concluir a maioria das jogadas

 

WAGNER – NOTA 7,0

– Mais uma boa atuação. Se não encheu os olhos da torcida, jogou com correção, acertando os passes e ditando o ritmo do time.

 

RHAYNER – NOTA 4,0

– Destoou do time. Só correria e pouca inteligência.

 

* SAMUEL – NOTA 5,5

– Ajudou na marcação, prendeu a bola quando necessário e quase marcou um bonito gol.

 

RAFAEL SOBIS – NOTA 8,0

– Principal jogador do Fluminense na temporada, fez o gol de empate e construiu o lance do segundo tento. Muita garra e disposição.

 

VANDERLEI LUXEMBURGO – NOTA 6,0

– Não deveria ter sacado Rafinha, que vinha bem. Mexeu com qualidade quando colocou Felipe e Samuel. A sorte e Rafael Sobis foram seus dois trunfos no confronto.