Atuações NETFLU – Fluminense 5 x 1 Friburguense

Atuações NETFLU – Fluminense 5 x 1 Friburguense

Foto: Nelson Perez
Foto: Nelson Perez

DIEGO CAVALIERI – NOTA 7,0

– Apesar da goleada, foi muito exigido. Praticou defesas importantes, especialmente no segundo tempo.

BRUNO – NOTA 7,5

– Estreou em 2014. Fez um gol de placa e participou mais do jogo. Na defesa, deixou espaços.

GUM – NOTA 5,0

– Teve trabalho com a bola aérea do Friburguense. Levou a pior em alguns lances.

ELIVÉLTON – NOTA 4,5

– Deixou Rômulo deitar e rolar, levando, inclusive, um drible entre as pernas. Também teve dificuldades pelo alto.

AÍLTON – NOTA 6,0

– Começou a boa jogada do primeiro gol e ganhou confiança, partindo pra cima. Mas erra muitos passes.

DIGUINHO – NOTA 5,5

– Partida razoável. Alternou momentos de displicência com outros com correção na distribuição dos passes.

JEAN – NOTA 5,0

– Um pouco abaixo de Diguinho. Não tem marcado tão bem quanto seu companheiro de contenção. Não se destacou em jogo que quase todo o time foi bem.

CONCA – NOTA 7,5

– Um gol de oportunismo. Criou jogadas, mandou bola na trave e salvou gol certo do adversário.

BIRO-BIRO – NOTA 5,5

– Abriu espaços, tentou investidas, mas a maioria sem sucesso.

*WAGNER – NOTA 6,5

– Entrou para cadenciar o jogo. Destacou-se nas finalizações. Na primeira, quase acertou o gol. Na segunda, não teve jeito: caixa.

RAFAEL SOBIS – NOTA 5,5

– Se movimentou e, diferentemente de partidas anteriores, soltou mais a bola. Teve sorte no primeiro gol ao tentar a jogada errada. Ainda precisa evoluir.

*MARCOS JÚNIOR – NOTA 6,5

– Entrou muito bem. Incomodou a defesa do Friburguense com sua velocidade. Sofreu faltas, deu ótimo chute na trave e fez bonito gol, o quinto da vitória.

WALTER – NOTA 8,0

– Gol de centroavante. Inteligente, deu passes, armou, fez bem o papel de pivô e merecia ter balançado a rede mais uma vez.

*MICHAEL – NOTA 5,0

– Com mais presença de área do que Walter, tentou tabelas e finalizou com perigo algumas vezes.

RENATO GAÚCHO – NOTA 7,0

– Insistiu com Aílton que, se não fez a diferença, jogou muito melhor do que na partida anterior. Pôs Walter como centroavante e teve sucesso. O atacante rendeu, marcando gol e criando oportunidades. Fez boas mexidas, em especial a entrada de Marcos Júnior no lugar de Sobis.


Sem comentários