Baptista destrincha maiores dificuldades do Fluminense

Baptista destrincha maiores dificuldades do Fluminense

Eduardo lembra que Fluminense foi derrotado em jogada iniciada num chutão (Foto: Bruno Haddad - FFC)
Eduardo quer peças com peso parecido ao de Fred (Foto: Bruno Haddad – FFC)

À frente do Fluminense, Eduardo Baptista, por pouco, não levou o time à final da Copa do Brasil. Ao olhar para trás, o técnico recorda suas principais dificuldades com o time e reconhece, entre outras coisas, a fragilidade quando perde Fred e a falta de maturidade em determinados momentos por ter um grupo bem jovem.

– Pegamos um grupo que tinha feito um grande primeiro turno, mas oscilou bastante. Nossa principal meta era tentar equilibrar. Faltou conseguirmos um pouco mais para chegarmos mais longe. Tivemos alguns resultados que esperávamos um pouco mais. Nos momentos em que perdemos o Fred, ficamos vulneráveis. Por isso, nosso planejamento para 2016 é de trazer mais jogadores com o peso que o Fred tem. Disso que precisamos. Estivemos muito próximos de fazer a final da Copa do Brasil, mas talvez por causa dessa questão do equilíbrio não conseguimos. Fomos superiores nos dois confrontos ao time que se tornou campeão, no meu entender, mas faltou maturidade. Os jovens são extremamente importantes. Foram competitivos, mas precisamos de um fator de mais peso para facilitar a evolução destes meninos – disse.


Sem comentários