Baptista explica trabalho feito com garotos da base

Baptista explica trabalho feito com garotos da base

Foto: Fluminense FC
Antes de jogo contra o Inter, Baptista passou confiança a Nogueira (Foto: Fluminense FC)

Cheio de jovens jogadores na equipe do Fluminense, Eduardo Baptista sabe bem a importância de seu trabalho para com eles. O técnico afirma passar confiança e também chamar a atenção quando necessário. O treinador cita até o caso específico na estreia de Nogueira, contra o Internacional.

– São meninos. Tem horas que é preciso dar um freio, um “presta atenção”. Mas dentro do treinamento são todos muito concentrados. Nos jogos, principalmente, tem horas em que é preciso dar um “chacoalhão” para mostrar que eles têm qualidade. Alguns momentos é preciso intervir. Houve uma situação antes do jogo contra o Internacional, na penúltima rodada. Falei com o Nogueira que muito se dizia que eu estava testando atletas, mas que na verdade eu não estava testando ninguém. Se ele estava ali é porque tinha mostrado condições de ser titular. Disse: “Não tem teste nenhum, meu filho. Você está aqui porque acho que você tem condição de ser titular. Não cai nessa. Não tem teste nenhum”. O período de teste dele foi lá em Xerém. Essa confiança é preciso dar – disse.


Sem comentários