Bittencourt acredita que Diniz conseguiria tirar o Fluminense da zona do rebaixamento em 2019 (Foto: Lucas Merçon - FFC)

No comando do Fluminense há dois anos, Mário Bittencourt revelou que, se pudesse voltar no tempo e mudar algo em sua gestão, evitaria a demissão do técnico Fernando Diniz em 2019. O presidente acredita que o treinador seria capaz de tirar o time da difícil situação que se encontrava naquele Campeonato Brasileiro.

Por outro lado, lembra que à época não estava no comando do futebol (a pasta era responsabilidade do vice-presidente geral Celso Barros, afastado posteriormente pelo mandatário).

– Eu não teria demitido o Fernando Diniz naquele momento. É duro dizer isso porque depois veio um treinador que deu mais resultado, que foi o Odair. Mas naquele momento eu não tiraria o Fernando. Acho que o time jogava bem, e a gente ia conseguir sair (da zona) com o Fernando. Mas o comando do futebol não estava na minha mão, faltava estabilidade, ambiente estava muito instável, eu acabei cedendo. Hoje eu faria diferente. Ou se ele tivesse saído eu teria efetivado o Marcão diretamente (antes da efetivação de Marcão, Oswaldo de Oliveira chegou a a comandar a equipe) – contou.