Marcos Paulo abriu mão de alguns valores que tinha a receber do Fluminense (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Marcos Paulo não joga mais pelo Fluminense. O atacante está nos últimos dias de contrato e já viajou para a Espanha, onde jogará pelo Atlético de Madrid. Toda a situação envolvendo o atacante deixou uma decepção em Mário Bittencourt, presidente tricolor.

O mandatário recordou os desencontros em relação a propostas e também as tentativas frustradas de ainda lucrar algo na negociação para a saída do jogador.

– Fiquei decepcionado, sim, porque o atleta e seu estafe poderiam ter tentado buscar uma proposta. Até porque o atleta se acertou financeiramente com um clube francês, o Lille, no meio de 2020, em uma reunião que não teve a participação do Fluminense. Acertou primeiro com o clube e depois comunicou ao Fluminense. A gente não se opôs, fui informado pelo estafe do atleta que iria chegar uma proposta de 10 milhões de euros, nós aceitamos, mas a proposta nunca chegou. Depois teve uma proposta do Torino que a gente também aceitou, trocou documentos, mas o Torino desistiu – disse, emendando:

– Por causa da legislação, a gente fica na mão do atleta. Nós tentamos nessa saída ficar com um percentual, mas o Atlético de Madrid não aceitou. Não o colocamos para treinar em separado, fizemos um acordo com o estafe do jogador de que ele iria ficar treinando somente, até porque ele não queria correr risco de se lesionar. E sendo justo, ele também deu quitação de algumas verbas que o Fluminense devia a ele do passado. Então além desses R$ 3 milhões, R$ 4 milhões do training compensation, ainda tem mais alguns valores que ele abriu mão de receber.

Apesar da chateação, Mário Bittencourt afirma desejar uma passagem vitoriosa de Marcos Paulo na Espanha. De acordo com o presidente, o convívio entre eles sempre foi bom.

— Desejo todo sucesso para ele, que seja muito bem-sucedido na Europa. Gosto dele pessoalmente, tinha uma ótima convivência e espero continuar tendo. Quem sou eu para fazer essa avaliação, mas acho que estrategicamente talvez não tenha sido a melhor decisão, já está há muito tempo sem jogar. Jogador que fica muito tempo sem jogar é complicado – falou.