(Foto: Ricardo Ayres - Photocamera)

Fred voltará a disputar partidas de Libertadores com a camisa do Fluminense em 2021. Desde 2013, quando ainda tinha o artilheiro em sua primeira passagem pelo clube e acabou indo até às quartas de finais, o Tricolor não jogava o torneio continental.

Em entrevista coletiva nessa última quarta-feira, no CT Carlos Castilho, o camisa 9 recordou seus momentos mais marcantes vestindo o manto verde, branco e grená na disputa da taça mais cobiçada pelos clubes do futebol sul-americano.

– Quando penso em Libertadores pelo Fluminense tem dois momentos muito marcantes que vêm na minha cabeça. Aquela do Argentino Juniors, ganhamos de 4 a 2 e classificamos com combinação de resultados. Tivemos problemas internos e a bomba estava para estourar. Aquela classificação amenizou. Fizemos um jogo memorável. Fui bater o pênalti aos 44. A galera certinho jogou a pressão em mim falando que as combinações estavam dando certo. Nunca fiquei tão tenso pra bater o pênalti. E o jogo com o Boca Juniors lá. Deco deitou, Thiago Neves também. Estávamos soltos. Estava conversando com o presidente esses dias. Eu falei: “Presidente, esse ano vamos conseguir esse feito de ir à Libertadores e ano que vem vamos comemorar algo importante”. Temos vários clubes no Brasil hoje mesmo na crise investindo absurdamente, acima dos demais. Mas temos um grupo comprometido, camisa pesada. Vamos fechar essa temporada bem. Daqui a uma semaninha, duas, pensando em buscar título – disse.