Campanha “Talibã Tricolor” tambám ganha repercussão na França

Campanha “Talibã Tricolor” tambám ganha repercussão na França

A campanha “Talibã Tricolor”, que ganhou notoriedade a partir da última sexta-feira, quando torcedores do Fluminense resolveram protestas contra erros da arbitragem na Libertadores, escondendo o rosto com parte da camisa do Flu, continua repercutindo pelo mundo. Se ontem, o site da BBC comentou sobre a polêmica ideia, hoje foi a vez do “Le Monde”, portal francês, falar sobre o tema.

Reproduzindo as fotos dos jogadores com os rostos parcialmente cobertos pela camisa tricolor e com o título “O primeiro clube brasileiro de futebol a lutar contra os ‘talibãs’”, o “Le Monde” explica que a campanha surgiu após o “campeão brasileiro ter perdido o jogo pela Libertadores com um pênalti no último minuto” (na verdade, foi aos 41 do segundo tempo).  E relata que a intenção dos torcedores era “mostrar o espírito de luta”.