Cavalieri pega pênalti e Carlinhos conduz vitória tricolor

Cavalieri pega pênalti e Carlinhos conduz vitória tricolor

17_ZOOMO Tricolor finalmente fez a sua estreia na Copa do Brasil. Tendo a competição, provavelmente, como prioritária no andamento da temporada, devido a campanha irregular no Brasileirão, o Time de Guerreiros criou muitas oportunidades, no Maracanã, diante do Goiás. Sob os olhos atentos dos torcedores e grande atuação de Carlinhos, a equipe das Laranjeiras conquistou vitória magra, por 1 a 0, diante da equipe do gordinho Walter.

Aos poucos, o técnico Vanderlei Luxemburgo modifica o antigo padrão de jogo do Fluminense. Colocando uma equipe muito mais “solta” e leve dentro de campo, o técnico também apostou na variação tática, com Edinho fazendo dupla função: volante e terceiro zagueiro. As jovens promessas, Igor Julião e Willian, também foram mantidas no time titular, com Felipe cadenciando a partida no meio de campo.

Na primeira metade da etapa inicial, o clube das Laranjeiras tinha dificuldades para sair ao campo de ataque, sobretudo em função da forte marcação adversária. O desafogo da  equipe verde, branca e grená aparecia, quase sempre, nos pés de Carlinhos. Sempre envolvente, ganhando, na maioria das vezes, as jogadas, foi do lateral que se originaram os dois lances mais perigosos dos 45 minutos iniciais. Aos 26, o camisa 6 fez lindo cruzamento. Fred subiu mais algo do que a zaga e, de cabeça, mandou a bola no travessão. Já no finzinho da etapa inicial, Carlinhos, novamente, levou vantagem sobre a marcação e cruzou fechado. Samuel tentou chegar na bola, o que atrapalhou o goleiro do Goiás. Na sequência da jogada, Fred chutou em cima da defesa e a bola sobrou pra Igor Julião, que tentou o chute cruzado. A bola desviou outra vez e Samuel, bem posicionado mandou para as redes.

No segundo tempo, Carlinhos continuava roubando a cena, com lances contundentes, sempre visando o ataque. Estava muito diferente do lateral sonolento de outrora. Felipe, por sua vez, prendia a bola demais, lento, mas não comprometia as jogadas. Mais esperto, porém longe do que se espera, Fred se mexia com Samuel no ataque para dar opções aos companheiros. Outro nome que se destacou foi Jean, dando boas arrancadas e aparecendo bem no ataque.

Vale destacar ainda a estrela de Cavalieri. Além de pegar um pênalti do gordinho Walter, o arqueiro fez, pelo menos, três importantes intervenções, garantindo o resultado, já que, no ataque a equipe pecava. O atacante “figuraça” do Goiás, por sinal, teve seus passos seguidos de perto pelo sistema defensivo armado por Luxemburgo. Em raras ocasiões, geralmente longe da área, ele teve espaço para mandar pro gol. Deco e Diguinho entraram na etapa complementar, mas pouco fizeram. Por fim, basta ao torcedor lembrar que o Fluminense permanece em processo de reabilitação. E, nada melhor do que evoluir vencendo, mesmo sem atuação brilhante.