CBF tem duas exigências para oficializar a Sul-Minas

CBF tem duas exigências para oficializar a Sul-Minas

(Foto: Rafael Ribeiro - CBF)
(Foto: Rafael Ribeiro – CBF)

Fluminense e Flamengo, ao lado de clubes de Minas Gerais e da região Sul, fundaram a Liga Sul-Minas na última quinta, na sede do Rubro-Negro, na Gávea. O próximo passo é a criação de uma competição. Esta, porém, só será oficial com barganha.

A chancela definitiva da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que poderia tornar a competição oficial com um simples sinal verde, é hipótese descartada. O presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, não quer problemas com mandatários de federações desfavoráveis à Sul-Minas, casos da do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e do Paraná.

Del Nero irá condicionar a oficilização à competição a dois critérios: a anuência das filiadas e a instituição de um critério técnico, que obrigaria a Sul-Minas a não ser um clube fechado, fazendo com que os estaduais tivessem um papel para a qualificação dos participantes das edições subsequentes do torneio regional. Com a medida, o dirigente não se desgasta com os presidentes de federação, tampouco declara guerra aos clubes insatisfeitos com o formato e as baixas receitas geradas pelos campeonatos estaduais.


Sem comentários