Celso Barros considera Liga e briga com a Ferj uma bobagem

Celso Barros considera Liga e briga com a Ferj uma bobagem

Celso Barros diz que não adianta Peter ficar só batendo na Federação de longe e não ir a nenhuma reunião
Celso Barros diz que não adianta Peter ficar só batendo na Federação de longe e não ir a nenhuma reunião

Em litígio com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), o Fluminense se articula para jogar a Primeira Liga em 2016. Mas na opinião de Celso Barros, presidente da ex-patrocinadora Unimed e potencial candidato à presidência do clube, isso não faz sentido. O homem forte da empresa de plano de saúde não se anima com a disputa e também desaprova a briga eterna de Peter Siemsen, mandatário tricolor, com a Ferj.

– Acho isso uma bobagem. Tinha que, talvez, pensar em mudar a estrutura do modelo do Campeonato Estadual. É um campeonato tradicional, uma disputa Fla-Flu por títulos e, de repente, abandonada. Essa Liga Sul-Minas-Rio eu não entendo. Isso me parece uma aberração. Você tem Brasileiro, Copa do Brasil e agora essa Copa, uma repetição dos jogos. Quem aguenta ver os mesmos jogos? Se ela vingar, só vão dar valor daqui a dez anos e já está confusa. O Fluminense já está reclamando, o Cruzeiro, enfim…uma bobagem. E a relação com a Federação não pode ser esse embate permanente. Conheço o Rubinho, eu me dou bem com ele e acho que tem de reestruturar o Campeonato Estadual. Mas o presidente do Fluminense não vai a reunião nenhuma, só fica batendo na Federação. Acho um equívoco – disse.


Sem comentários