Celso Barros nega existência de pré-contrato com Carlos Alberto

Celso Barros nega existência de pré-contrato com Carlos Alberto

Celso Barros não veria sentido em contratar jogador que pode ser suspenso
Celso Barros não veria sentido em contratar jogador que pode ser suspenso

Apesar dos boatos, Celso Barros nega a existência de um pré-contrato para a volta de Carlos Alberto para o Fluminense. O presidente da Unimed não vê sentido em acertar com um jogador que corre o risco de ser suspenso. Pego no exame antidoping ainda no Campeonato Carioca, quando defendia, o Vasco, o apoiador foi considerado inocente em julgamento em primeira instância no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), mas haverá recurso.

Tal pré-contrato do Fluminense com Carlos Alberto seria com duração de cinco meses e com vínculo de produtividade. Haveria também uma cláusula de rompimento em caso de suspensão pelo caso de doping.