“Champions League das Américas” pode sair do papel

“Champions League das Américas” pode sair do papel

1Uma grande competição pan-americana pode sair do papel em breve e entrara no circuito em 2017. A “Champions League das Américas”, que envolveria 64 clubes das Américas do Norte, Central e do Sul, está sendo idealizada pelo empresário italiano Riccardo Silva, co-fundador da MP & Silva, empresa detentora de direitos de transmissão de grandes eventos.

Este campeonato multiplicaria por cinco o rendimento anual da Concacaf Champions League e da Copa Libertadores somadas. A expectativa é a de que movimente R$ 2 bilhões. Alguns clubes já foram sondados como o Palmeiras, Corinthians e Flamengo e deram o ok. Fora do Brasil, Nacional (URU), Peñarol (URU) e Olimpia (PAR) também sinalizaram positivamente ao contato recebido.

A Champions League americana entraria no calendário a partir de 2017 e, ao contrário do que está sendo comentado, não substituiria a Libertadores. A Sul-Americana seria a alternativa.

Vale lembrar que antes da criação da Copa Sul-Americana, em 2002, dirigentes cogitaram a hipótese de uma Copa Panamericana, em substituição à Copa Conmebol. No entanto, a logística foi o principal obstáculo, já que equipes da América do Norte seriam incluídas e longas viagens teriam de ser feitas.


Sem comentários