“Projeto Internacional” complementa formação da base

“Projeto Internacional” complementa formação da base

Ygor Nogueira,esteve emprestado ao Gent (Bélgica).
Ygor Nogueira esteve emprestado ao Gent (Bélgica).

Conhecido em todo o mundo por revelar jogadores de qualidade, o Fluminense tem voltado as atenções de suas categorias de base para o “Plano de Carreira”, um conjunto de práticas, que entre outros objetivos, visa dar rodagem internacional e complementar a formação dos meninos de Xerém. Para isso, o clube criou uma rede de parceiros na Europa e nos Estados Unidos. Entre eles estão: FC Lathi (Finlândia), Legia Varsóvia (Polônia), Slovan Liberec (República Tcheca), Kansas City (Estados Unidos), Espanyol (Espanha) e União Leiria (Portugal).

Cerca de 60 jogadores já participaram do projeto. Um exemplo é Ygor Nogueira. Emprestado ao Gent (Bélgica), o zagueiro voltou ao Tricolor ainda no sub-20 e no final de 2015 foi incorporado ao elenco profissional.

– O projeto internacional é importantíssimo.  Acreditamos que um cidadão melhor é um atleta melhor. Oferecemos curso de inglês que é algo muito legal para a profissão, mas também para a vida. Um exemplo claro disso ocorreu com o Nogueira. Quando voltou ao Fluminense, fomos jogar torneio no EUA e fomos campeões. Antes de levantar a taça entregaram o microfone pra ele, que discursou em inglês para o público. Chorei muito nesse dia, pois percebi a diferença de quando ele chegou. A evolução que teve com pessoa – relata o gerente da base do Flu, Marcelo Teixeira.


Sem comentários