Após mais uma negativa do Fluminense, Udinese pode subir novamente os valores (Foto: Marcelo Gonçalves - FFC)

Hoje titular na equipe comandada por Fernando Diniz, Matheus Martins é alvo de forte assédio da Udinese, da Itália. Depois de terem uma proposta de 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 27 milhões) recusada, os italianos subiram o valor para 6 milhões de euros (aproximadamente R$ 32 milhões) por 90% dos direitos do atleta – os outros 10% ficariam com o Tricolor. A diretoria mais uma vez recusou.

Isso, no entanto, não significa o fim das tratativas. De acordo com o site ge, a Udinese mantém a conversa e pode subir a proposta para 7 milhões de euros (aproximadamente R$ 37,39 milhões) entre valores fixos e bônus, com o Fluminense mantendo uma parte dos direitos econômicos.

Em virtude da situação financeira, no Fluminense existe um consenso na direção que será necessário realizar mais uma venda na temporada além de Luiz Henrique, que foi para o Betis, da Espanha. Em contrapartida, a diretoria não aceita liberar o atacante agora por visar às disputas do título na Copa do Brasil e Brasileirão. Caso as negociações avancem, seriam para uma transferência no fim do ano.