Começou bem a caminhada do Fluminense no Campeonato Brasileiro. Com uma atuação convincente, o Tricolor foi superior ao América-MG no Independência, na tarde deste domingo, e venceu por 1 a 0 com justiça. Fred fez o gol do Fluzão.

Fora de casa, o Fluminense não se intimidou diante do campeão mineiro. O jogo não foi para lá de movimentado, mas o Tricolor era quem controlava a posse de bola. Com paciência, o time ia tocando em busca dos espaços para agredir o adversário. No meio, Gustavo Scarpa fazia a distribuição das jogadas com competência. Abertos, Osvaldo e Richarlison incomodavam a defesa do Coelho.

O América era um time bem previsível e a zaga tricolor, bem postada, não dava espaços. A paciência, enfim, foi recompensada pouco antes do intervalo, quando Osvaldo, esperto, aproveitou saída errada da defesa rival, arrancou e bateu para defesa parcial do goleiro mineiro. Na sobra, Richarlison foi ainda mais inteligente ao rolar para Fred fulminar e abrir o marcador.

No segundo tempo, a situação do Flu ficou um pouco mais fácil, pois, perdendo, o América precisou sair mais e abriu espaços para os contra-ataques. Com uma saída rápida, a equipe comandada por Levir Culpi ia criando chances e, também, desperdiçando. Fred chutou uma com perigo. Depois, ele mesmo recebeu, livre na área, mas dominou mal e perdeu boa oportunidade. Scarpa, peça fundamental na articulação, também teria a sua chance e pararia nas mãos do goleiro americano João Ricardo. Outro que também errou de frente foi Wellington Silva.

As substituições feitas por escolha de Levir (a terceira seria por obrigação quando Jonathan sentiu e foi trocado por Giovanni) contribuiram para deixar o time ainda mais leve. Gerson entrou no lugar de Richarlison e Marcos Junior, no de Osvaldo. O segundo, inclusive, acabou sendo mais uma importante figura nos contragolpes. Boas jogadas saíram de seus pés.

O Fluminense jogou com: Diego Cavalieri, Jonathan (Giovanni), Gum, Henrique e Wellington Silva; Edson, Cícero, Gustavo Scarpa e Osvaldo (Marcos Junior); Richarlison (Gerson) e Fred.