(Foto: Divulgação)

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, esclareceu que a promessa feita meses atrás será cumprida. Mas não nesse momento. O mandatário revelou que quem se mantivesse sócio durante a pandemia, quando o público retornasse, teria benefícios importantes. Só que ficará para mais tarde.

– Temos um acordo com os nossos sócios, um compromisso, que aqueles que continuaram pagando na pandemia, quando voltasse os jogos em 100% da capacidade, esse sócio (contribuinte) não pagará e levará um convidado durante o número de jogos que ele deixou de ir. O sócio-futebol que paga metade do ingresso, teria 100% de desconto. Por que não praticaremos isso agora? Porque o estádio não está operando em sua capacidade máxima e as dificuldades financeiras para um evento-tese são grandes e não conseguiríamos cumprir com esse compromisso neste momento. Entretanto, para os sócios do pacote 50% estamos oferecendo 70% de desconto para o jogo de quarta-feira. A fórmula exigida no protocolo é que o torcedor compre o ingresso primeiro e ao comprar pela internet, só será comercializado pela internet, ele receberá um voucher e com esse voucher ele poderá ir a qualquer laboratório credenciado e realizar o exame. Com o exame negativo, ele irá a um ponto de retirada e nesse ponto, apresentando o exame, além do ciclo de vacinação ganharão uma pulseira que deverá ficar até o dia do jogo – explicou Mário.

Fluminense e Fortaleza medem forças na quarta-feira, dia 6 de outubro, às 21h30, no Maracanã. Ganhando, o Tricolor poderá voltar ao G6 do Brasileirão.