Foto: Nelson Perez
Foto: Nelson Perez

Em seu blog na ESPN Brasil, André Rocha analisou o Fluminense versão 2015, sem Conca e Cícero. Ironizou a condição do gramado e alertou que Renato e Wagner se machucaram. Com a ausência do argentino, o jornalista vê o time buscando sempre as jogadas pelos flancos, mas sofrendo muito defensivamente.

Mesmo sem Conca, constata André através de números, o índice de acerto de passes continua superior a 90%. “O time que tenta atacar de forma compacta e privilegia a técnica, ainda que sem as muitas estrelas da “Era Unimed”, ainda precisa de ajustes”. Principalmente em coordenação dos setores e leitura de jogo.

Ele enxerga uma falta de entrosamento entre os zagueiros, que, jogando em linha, sofreram algumas vezes com o ataque do Nova Iguaçu.

 

 


Sem comentários