No último final de semana, o Fluminense comemorou seus 118 anos com a Flufest, onde fez o lançamento do livro “A Epopeia do Tri”, contando a história da conquista do Brasileirão de 2010. O evento contou com a participação de alguns jogadores como Digão, Fred e Tartá (presencialmente), além de Gum, Leandro Euzénbio, Fernando Bob e outros via vídeo.

O que chamou a atenção, porém, foi a ausência de Darío Conca e outros nomes como Muricy Ramalho, Emerson Sheik e Celso Barros, este último contou que não foi convidado. Protagonista daquela conquista, tendo atuado nos 38 jogos, o argentino não apareceu nem pessoalmente, tampouco em vídeo. Em conversa rápida com uma pessoa próxima de Conca, o atleta ele deu a entender que não recebeu o convite e que adoraria participar dos festejos.

– É o clube que precisa falar se fui convidado ou não. A festa é do clube e ele precisa se manifestar sobre os convidados. Porém, teria sido um prazer estar presente no evento – destacou o argentino.

O NETFLU apurou ainda que Conca retornou ao Brasil na última semana, onde tem residência e negócios.