Concessão do Maracanã pode ir a voto popular

Concessão do Maracanã pode ir a voto popular

Concessão pode ser revista mesmo já em vigor
Concessão pode ser revista mesmo já em vigor

A deputada estadual Clarissa Garotinho (PR-RJ) protocolou na última terça-feira na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) um referendo sobre o tipo de administração do Maracanã. Tal pedido foi assinado por 28 deputados estaduais e repassado ao presidente da casa, Paulo Melo (PMBD-RJ). Se aprovado, a população do estado poderá ter o poder de decisão sobre o tipo de administração do estádio, mesmo com a concessão já estando em vigor.

– O governo não pode reformar um estádio às custas dos cofres públicos e entregar de presente para a iniciativa privada sem ao menos consultar os contribuintes – afirmou Clarissa.

Agora, o presidente da Alerj terá 48 horas para publicar o pedido no Diário Oficial. Posteriormente, a mesa diretora indicará quais comissões analisarão o pedido para ir a plenário.