Copa América será realizada no Brasil (Foto: Divulgação - Conmebol)

Em virtude do avanço da pandemia do novo coronavírus na Argentina, a Conmebol anunciou, na noite de domingo, que a realização da Copa América no país está suspensa. Uma reunião emergencial marcada para esta segunda-feira, às 9h (de Brasília) tratará a realocação do torneio ou até mesmo seu cancelamento.

Autoridades argentinas já vinham alertando que a realização do campeonato no país seria inviável mediante ao quadro sanitário. A Copa América seria co-sediada pela Colômbia, mas tal nação passa por período conturbado com violentos protestos e também acabou fora.

Na coletiva após o empate de 0 a 0 com o São Paulo, sábado, no Morumbi, pela estreia no Campeonato Brasileiro, o técnico Roger Machado informou que o meia Cazares seria convocado para defender o Equador na competição e, logo, desfalcaria o Fluminense por um período de 40 dias.

Equador e Venezuela enviaram propostas oficiais à Conmebol para substituir a Colômbia na organização do torneio. O Chile também havia aparecido como candidato informal. Sem público, a Conmebol já estimava ter um prejuízo de US$ 30 milhões com a Conmebol. Sua não realização aumentará ainda mais o débito.