(Foto: Divulgação/Conmebol)

Enquanto a CBF exigirá vacinação completa dos jogadores em suas competições (Copa do Brasil e Brasileiro), a Conmebol não fará o mesmo com as suas (Libertadores e Copa Sul-Americana). No entanto, jogadores que não se vacinarem terão problemas do mesmo jeito.

Noticia o site Uol que os países da América do Sul estão impondo diversas restrições a quem não estiver em dia com o esquema vacinal contra Covid-19. Brasil (após determinação do STF), Argentina, Uruguai, Paraguai, Colômbia e Equador só deixam entrar em seus territórios o viajante que tiver o quadro de imunização para o novo coronavírus completo (duas doses ou dose única, a depender do laboratório).

Outros, como o Chile, exigem uma quarentena de alguns dias, o que inviabiliza a participação de um não vacinado na partida, já que os clubes normalmente desembarcam nas vésperas dos jogos.