1O Maracanã não deverá passar por novas obras. Informa Lauro Jardim, colunista da revista Veja, que a empreiteira Odebrecht comunicou ao Rio 2016 que não será possível aumentar o túnel de acesso ao estádio para a abertura da Olimpíada.

Este, segundo o jornalista, era um pedido do cenógrafo Abel Gomes, responsável pela cerimônia. A estimativa era de uma obra de R$ 15 milhões – valor que nem governo do estado do Rio de Janeiro e nem construtora querem pagar.

Em 21 de abril, o mesmo Lauro Jardim havia noticiado a possibilidade de uma nova reforma no Maracanã.


Sem comentários