Norte-americano se surpreende com a técnica dos tricolores

Norte-americano se surpreende com a técnica dos tricolores

2Alfred Koroma é um dos estrangeiros que participa do Walt Disney Pro Classic, nos Estados Unidos, pela equipe sub-23 do Fluminense. Norte-americano, o atacante tem 20 anos e mostrou-se surpreso com a qualidade técnica dos jogadores brasileiros.

– Sem dúvida é uma grande experiência. Estou aprendendo e tem sido muito divertido também. O ritmo das atividades no futebol brasileiro é muito diferente do que é praticado aqui nos Estados Unidos. O nível técnico dos jogadores aqui é muito alto e isso tem ajudado no meu desenvolvimento.  A intensidade das atividades é muito diferente. No Fluminense, todos os atletas são muito técnicos, até os mais jovens. A técnica de todos é impressionante. Então, o trabalho nos treinamentos é mais voltado para melhorar ainda mais os fundamentos. Já aqui no futebol norte-americano, o ritmo dos treinos é sempre muito duro, com muita intensidade. É muito mais voltado para a parte física – comparou.

Antes de chegar ao Flu, Korona era jogador da Southern Methodist University, em Dallas, no Texas. Teve passagem pelas seleções sub-15 e sub-17 dos Estados Unidos.

Pelo Walt Disney Pro Classic, o time sub-23 do Fluminense volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o New York Red Bulls, time do atacante francês Thierry Henry. O Tricolor, comandado por Marcelo Veiga e reforçado de atletas como Igor Julião, Fábio Braga, Robert e Matheus Carvalho, ainda não venceu. Foi derrotado pelo Montreal Impact, do Canadá, por 1 a 0, e pelo Sports Kansas City por 3 a 0. Todos os times disputam o campeonato com seu elenco principal.


Sem comentários